images_edited.jpg

ATENÇÃO

SÓ FARÃO O EXAME FINAL, OS ALUNOS QUE NÃO CONSEGUIRAM 24 PONTOS NECESSÁRIOS PARA APROVAÇÃO.

RELAÇÃO DO EXAME - 9º A HISTÓRIA.png
RELAÇÃO DO EXAME - 9º B HISTÓRIA.png

LEIA OS TEXTOS E RESPONDA AS PERGUNTAS (NÃO HÁ NECESSIDADE DE COPIAR AS PERGUNTAS, SOMENTE AS RESPOSTAS)

PRIMEIRA OPÇÃO

 

CASO FAÇA NO COMPUTADOR, BASTA ENVIAR O DOCUMENTO NO E-MAIL OU CLASSROOM RELACIONADO ABAIXO

SEGUNDA OPÇÃO

CASO FAÇA NO CADERNO, TIRE UMA FOTO E ENVIE PARA O E-MAIL OU CLASSROOM RELACIONAO ABAIXO.

ENVIO - 9 ANOS.png
WORD.jpg
PDF.jpg

 

REPÚBLICA VELHA – 1º BIMESTRE

TEXTO 1

 

  República Velha é o período da história do nosso país que se estendeu de 1889 a 1930. Os marcos que estipulam o início e o fim desse período são a Proclamação da República e a Revolução de 1930. Esse período é mais conhecido entre os historiadores como Primeira República, por se tratar do primeiro período da República no Brasil.

  A grande marca da República Velha e pela qual todos a conhece é o domínio que as oligarquias exerciam no país. As oligarquias eram pequenos grupos (a maioria deles era associada com a agricultura e pecuária) que detinham grande poderio econômico e político. O controle das oligarquias no Brasil dava-se por meio de práticas conhecidas como mandonismo, coronelismo e clientelismo.

  Mandonismo: é o nome que se dá para o controle exercido por determinadas pessoas, sobre outras, por possuírem uma grande posse de terra. No caso da República Velha, os grandes proprietários exerciam influência sobre a população local.

  Coronelismo: prática em que o coronel (grande proprietário de terra) exercia seu domínio sobre as populações locais, de forma a conquistar os votos que eram necessários para atender os interesses da oligarquia estabelecida e do Governo Federal. A conquista do voto da população local acontecia, por exemplo, por meio da distribuição de cargos públicos que estavam sob controle do coronel ou também pela intimidação.

  Clientelismo: é a troca de favores que é praticada entre dois atores politicamente desiguais. Essa prática não precisa da figura do coronel para acontecer, pois toda entidade politicamente superior que realiza um favor a outra política inferior, em troca de um benefício, está praticando o clientelismo.

1. De acordo com o TEXTO 1, qual foi a grande marca referente a República Velha. (1,0)

2. Ainda no TEXTO 1, leia e resuma as três grandes características da República Velha. (1,0)

a. Mandonismo:

b. Coronelismo:

c. Clientelismo:

A GRANDE DEPRESSÃO DE 1929 E A 2º GUERRA MUNDIAL – 2º BIMESTRE

TEXTO 2

  A Crise de 1929, também conhecida como Grande Depressão, foi uma forte recessão econômica que atingiu o capitalismo internacional no final da década de 1920. Marcou a decadência do liberalismo econômico, naquele momento, e teve como causas a superprodução e especulação financeira.

  Os efeitos da crise para a economia dos Estados Unidos foram imediatos e espalharam-se pelo país como um efeito dominó. O período mais crítico foi de 1929 a 1933; logo após, os efeitos da crise foram enfraquecendo-se, principalmente por causa da intervenção do Estado na economia com o New Deal (Novo Acordo).

  Abaixo alguns dados que evidenciam o impacto da crise na economia dos Estados Unidos:

  • PIB nominal dos Estados Unidos caiu aproximadamente 50%

  • O desemprego disparou e alcançou 27% (era 4% antes da crise)

  • Importações caíram 70%

  • Exportações caíram 50%

  • Diminuíram em 90% os empréstimos internacionais

  • Produção industrial caiu, no mínimo, 1/3

  • Produção de automóveis foi reduzida em 50%

  • Salário médio na indústria caiu 50%

  • Falência de milhares de empresas e bancos

  • Milhares de pessoas perderam instantaneamente todo seu patrimônio, uma vez que ele estava investido em valores da especulação que haviam desaparecido com a quebra da bolsa. Os efeitos da crise espalharam-se pelo mundo, por isso, a economia de diversos países entrou em recessão, e o desemprego disparou mundo afora.

3. Conforme o TEXTO 2 (1º e 2º parágrafos), defina as principais características da Grande Depressão de 1929. (1,0)

4. Continuando na leitura do TEXTO 2, escreva (04) quatro grandes consequências da Depressão de 1929. (1,0)

 

TEXTO 3

  A Segunda Guerra Mundial foi um conflito bélico que ocorreu na primeira metade do século XX, envolveu mais de setenta nações, opondo os Aliados às Potências do Eixo. A guerra teve início em 1 de setembro de 1939 com a invasão da Polônia pela Alemanha e as subsequentes declarações de guerra da França e da Grã-Bretanha, estendendo-se até 2 de setembro de 1945.

  A Segunda Guerra Mundial estendeu-se por seis anos e alcançou um nível de mobilização chamado pelos historiadores de guerra total. Esses anos podem ser divididos em três fases, que são:

  1ª fase (1939-1941): ficou marcada pela supremacia das forças alemãs e japonesas no conflito. Os alemães, por meio da blitzkrieg, conseguiram conquistar uma série de nações europeias. Os japoneses, por sua vez, iniciaram sua expansão pelo sudeste asiático, conquistando as colônias de britânicos, franceses e holandeses. Além disso, os japoneses realizaram um ataque que causou grande prejuízo aos norte-americanos, em Pearl Harbor.

  2ª fase (1942-1943): é o momento em que o quadro da Segunda Guerra começou a inverter-se. Os alemães foram barrados pelos soviéticos na famosa Batalha de Stalingrado, e o poder de guerra dos alemães iniciou seu declínio. O mesmo aconteceu com os japoneses, que, após a derrota na Batalha de Midway, perderam parte considerável do seu poder de guerra e foram sendo derrotados lentamente pelos norte-americanos.

  3ª fase (1944-1945): momento em que os membros do Eixo são derrotados. As forças dos Aliados na Europa cercaram os alemães e conduziram a invasão do território germânico na virada de 1944 para 1945. Os japoneses passaram a sofrer cada vez mais com os bombardeios dos EUA. Internamente o país estava em colapso, mas a recusa dos japoneses em renderem-se levou os americanos a atingirem o Japão com duas bombas atômicas. A derrota do Eixo trouxe o fim à guerra.

5. Realizando a leitura do TEXTO 3 (1º e 2º parágrafos), defina o significado da Segunda Guerra Mundial. (1,0)

6. De acordo com o TEXTO 3, faça um pequeno resumo das três grandes fazes da Segunda Guerra Mundial. (1,0)

 

 

DITADURA MILITAR DO BRASIL – 3º BIMESTRE

TEXTO 4

  A Ditadura Militar no Brasil foi um regime autoritário que teve início com o golpe militar, em 31 de março de 1964, com a deposição do presidente João Goulart. O regime militar durou 21 anos (1964-1985), e estabeleceu a censura à imprensa, restrição aos direitos políticos e perseguição policial aos opositores do regime.

  A ditadura civil-militar no Brasil foi marcada pela extrema violência com a qual foram combatidos os opositores do regime. Prisões arbitrárias, torturas, estupros e assassinatos foram realizados pelas forças militares e policiais no país.  Desde o primeiro momento, direitos políticos foram cassados, instaurando ainda uma rígida censura aos diversos meios de comunicação e à expressão literária e artística da população.

  A partir de 1974 foi iniciado um processo de “abertura lenta e gradual” que pretendia restaurar as liberdades políticas da democracia representativa. Em 1979, foi decretada uma anistia aos presos políticos e aos exilados, permitindo ainda a formação de novos partidos políticos. Em 1978, intensas greves ocorreram na região do ABC paulista, o que contribuiu muito para o enfraquecimento do regime.

7. Quanto ao TEXTO 4 (1º e 2º parágrafos), quais foram as principais consequência da Ditadura Militar no Brasil. (1,0)

8.  Na continuação do TEXTO 4 (3º parágrafo), explique a frase “abertura lenta e gradual”. (1,0)         

DESCOLONIZAÇÃO DA ÁFRICA E ÁSIA – 4º BIMESTRE

TEXTO 5

  O fim da Segunda Guerra trouxe o declínio dos impérios coloniais europeus e o início da descolonização da África e da Ásia. Para ampliar suas áreas de influência, os EUA e a URSS apoiaram os movimentos de independência.

  As causas desse processo foram bastante variadas:

  • A Segunda Guerra Mundial significou o fim da hegemonia econômica e militar europeia no mundo, pois, completamente destroçados, os países europeus já não podiam manter impérios coloniais.

  • Os movimentos nacionalistas emergentes das colônias foram reforçados pela Carta das Nações Unidas, que considerava a autodeterminação dos povos um direito básico.

  • O início da Guerra Fria também foi outra grande influência: os Estados Unidos e a União Soviética apoiaram os movimentos de independência para influenciar os novos governos e a população, atraindo-os para seus respectivos blocos.

  A descolonização não significou apenas a independência política das colônias. Implicou também a autonomia diante de uma série de problemas que marcaram o progresso desses países e que, em muitos casos, ainda não foram resolvidos.

  • As economias dos países africanos e asiáticos dependiam fortemente dos capitais e investimentos externos, não consolidando um processo autônomo de desenvolvimento interno. Na maioria dos casos, a situação econômica deteriorou-se progressivamente.

  • A maior parte dos países, sobretudo os africanos, sofre de instabilidade política devido a frequentes guerras civis, golpes de Estado e ditaduras militares.

  • O crescimento demográfico, a estagnação econômica, as epidemias e as guerras étnicas deterioraram seriamente o padrão de vida de boa parte dos afro-asiáticos.

  • Os sucessivos desastres naturais – secas, inundações, tufões, tsunamis – têm ocasionado terríveis catástrofes humanas em várias regiões da África e da Ásia.

9. De acordo com o TEXTO 5, faça um pequeno resumo das três grandes causas quanto a descolonização da África e Ásia. (1,0)

10. Ainda no TEXTO 5, dos quatro problemas não resolvidos pela descolonização africana e asiática, escolha dois e faça um pequeno resumo. (1,0)

ENVIO - 9 ANOS.png