COPIE E RESPONDA EM SEU CADERNO AS PERGUNTAS, TIRE UMA FOTO E ENVIA PARA: online.historia.loide@gmail.com até o dia 20/11

TEXTO 01

O que é ética e religião?

​A ética é o ramo da filosofia ou ciência que estuda o fundamento da ação correta, a razão que seguimos para agir de um modo bom, e, assim, justo. Ética é o estudo da moralidade, que define o que são comportamentos corretos.

Qual a contribuição da religião para a ética?

De qualquer modo, a religião pode contribuir para a moral, de múltiplos modos. A religião autêntica deverá constituir mais um impulso para a ação ética. Quando se pergunta pelo fundamento último da moral na sua incondicionalidade, é difícil não ser confrontado com a religião e o absoluto de Deus.

Moral e religião

As comunidades religiosas possuem em comum a prática da moral, nas quais seus membros possuem a mesma conduta e procuram não praticar aquilo que é condenado pela religião. ... Tal ponto, torna a moral religiosa como fator determinante no controle do indivíduo e da sociedade.

1. Qual a relação entre ética e religião?

2. Como a ética pode contribuir com a religião?

 

TEXTO 02

 

GRANDES MANIFESTAÇÕES RELIGIOSAS DO BRASIL

Festividades religiosas são manifestações culturais presentes em diversas religiões do mundo. São comemorações de acontecimentos, personalidades, fatos ou mistérios que, ao manifestarem publicamente as convicções religiosas de um grupo social, fortalecem a pertença de cada pessoa ao grupo de símiles que comungam das mesmas convicções religiosas.

   As festividades listadas neste artigo e na categoria que as agrupa são, em geral, de caráter público.

Diversas festas acompanham o calendário lunar.

 

Para os cristãos, as principais festas existentes são a páscoa, que determina a ressurreição de Jesus Cristo e o Natal, que comemora o nascimento de Jesus.

3. Relacione as principais manifestações religiosas que você conhece.

 

TEXTO 03

 

A IMPORTÂNCIA DA CONSCIÊNCIA ÉTICA PARA A SOCIEDADE  

Ethos designa costume ou moradia, o lugar onde se vive, o caráter, o modo de ser no mundo, a origem dos valores, as normas que estruturam uma civilização, um povo, um grupo social ou simplesmente, de um indivíduo.

   É do próprio ser humano buscar a resposta adequada conforme o lugar, o tempo, as tradições e os costumes. Cada grupo cria um modo próprio habitual de compreender o mundo. O ser humano demonstra consciência ética pela capacidade de conviver de forma respeitosa e equilibrada no seu grupo social.

   Olhando em torno de nós, verificamos de maneira prática, que a falta de diálogo entre as pessoas, o desrespeito aos direitos alheios, a intolerância com as diferenças e a omissão no exercício da cidadania, mostram a distância que nos separa da consciência ética.

      Há, na verdade, uma ruptura entre o indivíduo, que se fecha sobre si mesmo, e a vida da comunidade, com os seus valores, sobre os quais se ergue a sociedade. A identidade do grupo organizado é enfraquecida, e prevalece a visão do ser humano como indivíduo independente, sem compromisso com o outro. O ideal das pessoas projeta-se a partir de interesses particulares, vulneráveis aos impulsos do momento. Falta uma visão mais consistente e objetiva de uma ética partilhada pela sociedade, ou, ao menos, pela comunidade definida.

   O ser humano ao atingir a consciência ética pode ser identificado com a personalidade elevada capaz de avaliar com isenção e profundidade as pessoas e os acontecimentos. Reconhece suas limitações, age com equilíbrio e projeta o interesse das suas ações além do benefício individual.

​4. Qual a diferença entre ethos e caráter.

5.Por que a consciência ética é tão importante em um grupo social?

6. O que pode acontecer quando o indivíduo encontra a consciência ética.

COPIE E RESPONDA EM SEU CADERNO AS PERGUNTAS, TIRE UMA FOTO E ENVIA PARA: online.historia.loide@gmail.com até o dia 20/11

envio_ENSINO_RELIGIOSO_recuperação.png